CONSULTÓRIO

No Dia Nacional de Prevenção à Surdez, o Consultório aborda os problemas de audição

Especialistas explicam que 17% da população mundial sofrem com zumbidos nos ouvidos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/11/2015 às 20:05
Leitura:
Foto: Marcelo Barreto/Rádio Jornal

O Consultório de Graça desta terça-feira (10) discutiu um problema de saúde que incomoda bastante: o zumbido no ouvido. Para debater o assunto e esclarecer dúvidas, participaram do programa o médico otorrinolaringologista Adriano Amorim e a fonoaudióloga Fernanda Andrade Lima.

Adriano é mestre em Otorrinolaringologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e preceptor da residência médica do Hospital das Clínicas e do Imip. Já Fernanda é especialista em Fonoaudiologia com ênfase em Zumbido pela Universidade de Bordeaux II, na França, e professora da Pós-Graduação de Assistência em Fonoaudiologia da Faculdade Redentor, do Rio de Janeiro.

De acordo com Fernanda, o uso excessivo do fone de ouvido tem sido um dos principais agravantes entre os portadores dos zumbidos. “Segundo a Organização Mundial de saúde (OMS), hoje, nós temos aproximadamente 10 milhões de brasileiros com perda auditiva e o número vem crescendo nos pacientes entre 12 a 17 anos”, explica.

O otorrinolaringologista Adriano Amorim comenta que é possível envelhecer sem perder a audição. “Eu tenho vários pacientes que, impressionantemente, tem a audição perfeita nos seus 70, 80 anos. Mas é raro. Normalmente há uma perda, principalmente nos sons agudos”, comenta.

Ouça o programa na íntegra:

Mais Lidas