RETA FINAL

Sede do Detran lota no último dia do prazo para cadastro cinquentinhas

Milhares de pessoas deixaram para fazer o cadastramentos no último dia e estão tendo dificuldades por conta da grande demanda

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/11/2015 às 15:10
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jornal


Quem precisou ir nesta quarta-feira (11) a sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife, se espantou com a quantidade de pessoas no local.

A fila para o cadastramento das motos de cinquenta cilindradas, conhecidas como cinquentinhas, desde o início da manhã dá voltas no pátio do órgão. A Estrada do Barbalho, onde fica localizado o prédio, ficou repleta de motos e a circulação de carros e ônibus teve que ser alterada para facilitar a mobilidade na região.

Tudo isso porque termina hoje o prazo para emplacamento sem multa dos veículos ciclomotores em Pernambuco e de acordo com o Detran até a terça-feira (10) apenas 3.300 donos dos veículos tinham conseguido concluir o registro. Acredita-se que há mais de 100 mil motos desse tipo em todo o estado.
Muitos proprietários dos equipamentos estavam revoltados com a dificuldade em conseguir a documentação necessária e com a falta de informação. Foi o caso do pedreiro Manuel Dias.

Diante das dificuldades dos proprietários das motos conseguirem alguns documentos, principalmente o cadastro na Base de Índice Nacional (BIN) o Detran decidiu estender em trinta dias o prazo para que os donos apresentem as pendências. Até o dia 11 de dezembro apenas quem deu entrada até esta quarta-feira no processo, pode circular na cinquentinha sem pagar multa. Para isso, é necessário andar com a solicitação de cadastro na bin ou do documento de nada consta do veículo, emitido pela Delegacia de Roubos e Furtos.

O diretor geral do Detran, Sebastião Marinho, detalha o que é necessário na reportagem de Clarissa Siqueira. Ouça:

Quem conseguiu sair da fase do cadastro e ir até vistoria do veículo, segunda etapa do processo de registro, se sentiu vitorioso. Valdemir Alves chegou a sede do Detran a meia noite, esperou os portões abrirem, as 8h, e só perto das 12h conseguiu fazer a vistoria.

Quem for pego pela fiscalização do Detran sem a documentação prévia de cadastro ou sem o emplacamento reponde por infração gravíssima e a multa é de R$ 191,54. Mais informações sobre o processo de cadastro das cinquentinhas podem ser obtidas no site: www.detran.pe.gov.br.

Mais Lidas