JUSTIÇA

Preparatórios para julgamento do caso Maria Alice Seabra começam hoje em Itapissuma

A audiência é de instrução para o julgamento de Gildo da Silva Xavier, padrasto e assassino confesso da estudante de 19 anos. Serão ouvidas as testemunhas de acusação, e as de defesa, indicadas pelo advogado de Gildo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/11/2015 às 7:52
Leitura:

Começou nesta segunda-feira (16) o processo para o julgamento do mestre de obras Gildo da Silva Xavier, padrasto e assassino confesso da estudante Maria Alice de Arruda Seabra, de 19 anos. O crime aconteceu em junho deste ano e teve repercussão nacional.

Em entrevista ao repórter RafaelCarneiro, a advogada de acusação, Solange Vieira, espera que ele seja levado para o júri popular e recebe a pena máxima. "Quando ele chegar aí, vocês vão ver o representante do Satanás na Terra", diz.

Foto: Reprodução/Facebook Pessoal


Segundo o inquérito policial, o assassinato foi premeditado e provocado por ciúmes e pelo desejo que o acusado tinha pela enteada. Maria Alice foi sequestrada, estuprada, morta e teve a mão decepada. O corpo dela foi encontrado em um canavial em Itapissuma cinco dias depois do desaparecimento.

A audiência está acontecendo no Fórum de Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife. Serão ouvidas as testemunhas de acusação, e as de defesa, indicadas pelo advogado de Gildo.

Mais Lidas