ECONOMIA

Pagamento de 13º salários no E-Social preocupa empregadores domésticos

No site ainda não está disponível o campo para ser preenchido

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/11/2015 às 14:52
Leitura:

Quem tentou acessar o site do E-Social para se adequar à nova realidade entre empregadores e trabalhadores domésticos viu que a plataforma ainda passa por ajustes. Na prática, o Simples Doméstico coleta informações e reúne em uma única guia de recolhimento o FGTS e INSS dos empregados.

Os patrões têm que pagar até o dia 30 deste mês o tributo referente a outubro. A dúvida da vez que anda tirando sono dos interessados é como incluir o 13º salário.

No site ainda não está disponível o campo para ser preenchido. Mas o auditor do trabalho Paulo Telino pede calma. “Não tá funcionando hoje. No entanto, no decorrer desse mês será disponibilizado um campo específico para que você consiga lançar os valores de 13º salário”, disse.

E além do 13º salário outra conta pendente no E-Social é o cálculo automático de férias, horas extras e adicional noturno, por exemplo. E a previsão é de que isto fique disponível no site só em fevereiro. Até lá o cálculo vai ser manual.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

O auditor criou uma fórmula para tentar ajudar neste momento. “A gente montou uma tabela que tenta facilitar a vida do empregador doméstico de forma que ele multiplique o valor que consta naquela tabela pelo número de horas extras praticadas pelo seu funcionário, ou colocar o valor de adicional noturno, descontos e atrasos”, detalhou.

O interessado deve se virar como já vinha fazendo quando utilizava o carnê. Outra alternativa são os sites na internet que auxiliam os empregadores na hora de efetuar o pagamento dos tributos.

Mais Lidas