DENÚNCIA

Alunos com deficiência visual foram impedidos de realizar prova do ENADE no Recife

Dois alunos com deficiência visual foram impedidos de realizar o exame, por não haver profissionais aptos a fazer a leitura da prova para os mesmos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/11/2015 às 16:57
Leitura:

No último domingo (22), mais de 551 mil alunos do Ensino Superior em todo o Brasil realizaram o Exame Nacional de Desempenho do Estudante, o ENADE. No Recife, dois alunos com deficiência visual foram impedidos de realizar o exame, por não haver profissionais aptos a fazer a leitura da prova para os mesmos.

O aluno de Jornalismo da Faculdade Joaquim Nabuco, Vinícius Passos, fala do constrangimento em que foi exposto. “Esse problema não ocorreu só comigo. Um companheiro que também é cego, Michel, também foi prejudicado. Nós queremos saber qual será o posicionamento do MEC em relação a isso. Porque eu me senti completamente desvalorizado e excluído. Hoje nós lutamos por uma política de inclusão para todos, e ontem eu e também o companheiro Michel fomos literalmente excluídos”, falou indignado.

Confira os detalhes na reportagem de Henrique Santos:

O aluno de Publicidade e Propaganda, Michel Platini, diz que a coordenação do curso garantiu que a inscrição dele foi feita com a solicitação do profissional ledor. “A inscrição é feita pela universidade em que a gente é matriculado. Eu tive a preocupação de perguntar ao meu coordenador que confirmou que fez a solicitação, já que eu tenho baixa visão, para que tivesse um ledor ou a prova ampliada. Constatando isso, eu fui tranquilo para prova. Chegando lá, me disseram que eu não havia solicitado o recurso”, contou o estudante.

O ENADE é obrigatório e tem o objetivo de avaliar o conhecimento dos estudantes dos cursos de graduação sobre o conteúdo programático, suas habilidades e competências.

Após a reprodução desta reportagem, o Grupo Ser Educacional emitiu uma nota oficial:

O grupo Ser Educacional, mantenedor das Faculdades Joaquim Nabuco, unidade Recife e do Centro Universitário Maurício de Nassau – UNINASSAU, tomou conhecimento do ocorrido com nossos alunos durante a realização da prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), no último domingo (22). Nossa equipe está apurando o ocorrido e irá prestar todo o suporte para que os estudantes não sejam prejudicados.

Mais Lidas