LITORAL SUL

Cerca de 150 manifestantes ocupam Prefeitura do Cabo em protesto por moradia

Eles alegam que a gestão municipal está descumprindo um acordo feito em 2014. Grupo diz que só vai sair quando for recebido pelo prefeito

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 24/11/2015 às 11:16
Leitura:

Cerca de 150 pessoas estão acampadas na Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, no Litoral Sul do Estado. Elas fazem parte do Movimento de Ocupação para o Povo que Trabalha (MOPT) e reivindicam a construção de moradias.

De acordo com o líder do movimento, Jorge dos Sem Teto, cerca de 700 famílias foram retiradas de uma comunidade na Estrada de Curcurana, entre os municípios do Cabo e Jaboatão. Os manifestantes alegam que a Prefeitura de Jaboatão já garantiu o terreno para construção de moradias na cidade.

Ainda de acordo o líder do movimento, um acordo para a liberação de um terreno dentro do projeto de autogestão foi feito com a Prefeitura do Cabo em março de 2014, mas, até agora, não foi cumprido. O grupo afirma que só vai se retirar do prédio após uma reunião com prefeito Vado da Farmácia.

Mais Lidas