DEBATE

Está incomodado com seu nome? Saiba como mudá-lo e tire dúvidas sobre o processo burocrático

O Debate da Super Manhã abordou o assunto e lembrou de personalidades famosas que mudaram o nome de registro

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/11/2015 às 16:26
Leitura:

O debate da Super Manhã recebeu, nesta quarta-feira (25), o Corregedor Geral de Justiça de Pernambuco, Eduardo Paurá, o cantor e pesquisador que mudou de nome, Daniel Bueno, e o advogado especialista em Direito de Família, João Bosco Albuquerque, para falar sobre a força do nome.

“O nome é algo definitivo. Quando o pai e a mãe decidem colocar o nome na criança a repercussão desse nome perdurará até após a morte”, disse o advogado João Bosco. “A lei deixa essa situação quase que imutável. O nome não pode ser modificado, com raríssimas exceções”, completou.
Eles comentaram a mudança de nome do cantor Leonardo Sullivan, que foi batizado de Iveraldo de Souza Lima. “Essas situações onde você tem um nome de registro, mas você é conhecido publicamente, por todos, por onde você anda por ‘Leonardo’ é público e notório isso você tem que abrir um processo na justiça para que você acrescente o nome, que seria o normal, o trivial”, disse João Bosco.

Para Eduardo Paurá, o nome acompanha o cidadão a vida toda. “Será que é o nome que dignifica a pessoa? Eu acho que é a pessoa que dar dignidade ao nome”, defendeu o corregedor. Mas concorda com a mudança em casos de situações em que os nomes causam constrangimentos.

Eles também comentaram a questão para quem passa pelo processo de mudança de sexo. Confira o debate completo:

Mais Lidas