POLÍTICA

Senado mantém prisão do senador Delcídio do Amaral

De Brasília, Romoaldo de Souza acompanhou a votação nesta quarta (25)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/11/2015 às 21:53
Leitura:
Foto: Reprodução

Com 59 votos a favor, 13 contra e uma abstenção, o Senado decidiu em votação aberta manter a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso na manhã desta quarta-feira (25) pela Polícia Federal, por ordem do Supremo. Segundo investigadores, o senador foi preso por estar atrapalhando apurações da Operação Lava Jato. Setenta e quatro parlamentares estiveram presentes na sessão, que aconteceu na noite desta quarta.

Vale destacar que nove dos 13 senadores que votaram na liberação de Delcídio são do PT. Apenas dois senadores do partido optaram por manter a decisão do STF: Paulo Paim (RS) e Walter Pinheiro (BA). Também votaram contra a decisão do Supremo os senadores Fernando Collor (PTB-AL), Telmário Motta (PDT-RR), João Alberto Souza (PMDB-MA) e Roberto Rocha (PSB-MA). A única abstenção foi a de Edison Lobão (PMDB-MA).

Antes de votar pela prisão do petista, os parlamentares decidiram pelo voto aberto por 52 votos a 20, com uma abstenção. Lembrando que o presidente da casa não vota. O PT foi a única bancada a determinar orientação em favor do voto secreto. Dois senadores petistas não seguiram o partido: Paulo Paim (RS) e Walter Pinheiro (BA) optaram pelo voto aberto, os mesmos que votaram por manter a decisão do STF pela prisão de Delcídio do Amaral.

De Brasília, o jornalista Romoaldo de Souza falou com o comunicador Marcelo Araújo.

Ouça o comentário, na íntegra:

Mais Lidas