LAVA-JATO

STF decide prender líder do governo no Senado

Segundo ação movida pela Procuradoria Geral da República, Delcício do Amaral teria tentado destruir provas da Lava-Jato

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/11/2015 às 9:21
Leitura:
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O senador Delcídio do Amaral, líder do governo no senado, foi preso na manhã desta quarta-feira (25) em Brasília. Segundo ação movida pela Procuradoria Geral da República, com o apoio do Supremo Tribunal Federal (STF), o senador teria obstruído as ações da Operação Lava-Jato, ao tentar destruir provas contra ele.

O lobista Fernando Baiano citou o senador em delação das investigações da Operação Lava-Jato, que investiga o esquema de corrupção instalado na Petrobras entre 2004 e 2014. Segundo Baiano, Delcídio teria recebido US$ 1,5 milhão em espécie na operação de compra da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Ouça abaixo a matéria de Romoaldo de Souza:

O STF só pode prender um senador político se houver flagrante, por isso, na noite da terça (24), o ministro Teori Zavascki reuniu a Terceira Turma do STF juntamente ao presidente, o ministro Ricardo Lewandowski, e chegaram à conclusão de que somente a prisão de Delcídio do Amaral poria um fim nas ações do senador petista.

Ouça abaixo a conversa de Romoaldo de Souza com Geraldo Freire:

Mais Lidas