BASTA DE VIOLÊNCIA

Campanha pretende apoiar mulheres no enfrentamento à violência doméstica

Em 2015, até o dia 21 deste mês, foram registrados 219 homicídios de mulheres no estado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/11/2015 às 15:01
Leitura:
Foto: Isabela Dias/ Rádio Jornal

Mulheres que passaram por situações de violência representando os diversos segmentos da sociedade, elas mostram que o machismo e a violência não escolhem classe social. E o que essas mulheres têm em comum? Todas sofreram agressões e conseguiram dar a volta por cima. Essa história faz parte da 5ª edição campanha “Basta de Violência Contra a Mulher”, lançada nesta segunda-feira (30), pela Secretaria da Mulher de Pernambuco. Nela, as mulheres reais contam, em depoimento, belas histórias de superação.

De acordo com os dados da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, em 2015, até o dia 21 deste mês, foram registrados 219 homicídios de mulheres no estado. Em 2014, no mesmo período, ocorreram 216, havendo um crescimento de 1,39%.

Confira os detalhes:

A secretária de Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro, fala sobre como a campanha pretende reduzir estes números. “Nós vamos, a partir desse lançamento, nos comunicar com 165 organismos de política pública em Pernambuco”, explicou. “Uma ação preventiva, necessária, para todo mundo, meio de comunicação, pessoas que estão na iniciativa privada, nas escolas, para que digam não à violência contra mulher. É uma indignidade as mulheres sofrerem violência e estarem sujeitas a serem assassinadas por serem mulheres”, comentou.

O chefe da Polícia de Civil de Pernambuco, Antônio Barros, também apontou a nova unidade móvel do Departamento da Mulher, como uma ferramenta de apoio.

As mulheres podem denunciar qualquer tipo de violência sofrida na central de tele atendimento cidadã pernambucana pelo 0800-281-8187. O serviço está disponível todos os dias da semana e a ligação é gratuita.

Mais Lidas