SAÚDE

Médicos ultrassonografistas serão treinados para identificar casos de microcefalia em fetos

Para evitar surto da anomalia genética, que está sendo associada ao zika vírus, a Secretaria de Saúde e o Exército planejam ação de combate ao mosquito

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/12/2015 às 7:35
Leitura:


O secretário de Saúde de Pernambuco, José Iran Costa, participa de uma reunião nesta quarta-feira (2) para definir o esquema de atuação do Exército brasileiro no combate ao Aedes aegypti. O encontro acontece na sede da Secretaria, que fica no bairro do Bongi, será com o comandante militar do Nordeste, general Manoel Pafiadache.

De acordo com o Governo Federal, 250 homens serão usados nas ações de controle do mosquito transmissor da dengue, febre chicungunha e do zika vírus. "Nós já temos um efetivo que recentemente fez uma capacitação e atuou no município do Recife. Esses homens já podem, o mais rápido possível, entrar em ação para dar uma resposta imediata ao problema", disse Pafiadache.


Também manhã desta quarta-feira (2), 31 médicos ultrassonografistas da rede municipal de saúde do Recife participam de um treinamento. A iniciativa tem como objetivo orientar os profissionais sobre o protocolo para microcefalia. A capacitação será realizada na Faculdade de Enfermagem da Universidade de Pernambuco, que fica em Santo Amaro, Zona Norte do Recife.

Mais Lidas