JUSTIÇA

Mulher tenta dar entrada no seguro desemprego e descobre que estava registrada em outra empresa

A auxiliar administrativa não conseguiu dar entrada no benefício por conta do impasse

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/12/2015 às 16:13
Leitura:


Uma ex-funcionária do Hospital Memorial Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, tomou um susto ao perceber que na carteira de trabalho dela também constava que ela trabalhava no Instituto Pernambucano de Assistência à Saúde.

Segundo a auxiliar administrativa Adriana Leandro da Silva, de 44 anos, o impasse foi descoberto quando ela tentou dar entrada no seguro desemprego no Ministério de Trabalho. No hospital, ela recebia R$ 580. Já no Instituto Pernambucano, consta um salário de mais de R$ 8.000 por mês.

Confira os detalhes na reportagem de Henrique Santos:

Desde outubro, a assistente tenta dar entrada no seguro desemprego referente ao trabalho no Hospital Memorial Guararapes, mas até agora não conseguiu. O advogado Carlos Roberto, que assessora Adriana no caso, diz que irá protocolar na justiça uma ação por danos morais. “Estão usando o nome dela como empregada fantasma e ela sendo prejudicada por que não consegue dar entrada no seguro desemprego”, disse, apontando ainda que a ação visa ainda dar baixa nessa suposta relação de emprego que nunca existiu.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o Instituo Pernambucano de Saúde é uma empresa terceirizada e que os funcionários não têm nenhuma ligação com o Governo do Estado.

Mais Lidas