SAÚDE

Para combater o mosquito Aedes aegypti, 200 soldados do exército vão às ruas no Recife

O contingente está treinado para identificar e eliminar os focos de reprodução do mosquito

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/12/2015 às 10:27
Leitura:
Foto: Isabela Dias/Rádio Jornal


Reportagem de Isabela Dias

A partir desta segunda-feira (7), 200 soldados do exército vão atuar em conjunto com gentes de saúde ambiental e controle de endemias. Eles devem atuar por 180 dias e vistoriar cerca de 420 mil imóveis na Cidade do Recife. O contingente está treinado para identificar e eliminar os focos de reprodução do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Os primeiros oito bairros escolhidos são Santo Amaro, Campo Grande, Alto do Mandu, Iputinga, Areias, Pina, Alto José Bonifácio e parte do Ibura. Eles apresentam apresentam grande infestação do inseto. O trabalho porta a porta vai das 8h às 17h, de segunda-feira a domingo, inclusive feriados.

Em 2015, de janeiro a novembro, foram notificados mais de 25 mil casos de dengue, confirmando 15.168. No mesmo período de 2014, foram notificados 2.688 suspeitas, com conformação em 693 delas. O aumento percentual que ultrapassa os 838% nas notificações e mais de 2.000% nas confirmações.

Mais Lidas