TRADIÇÃO

Morro da Conceição do Recife espera 1 milhão de fiéis na maior festa religiosa de Pernambuco

No Estado, 48 cidades comemoram a data com feriado ou ponto facultativo.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/12/2015 às 7:34
Leitura:


Reportagem de Lélia Perlim e Clarissa Siqueira

Depois de nove dias de festa católica no morro mais famoso da Zona Norte do Recife, é chegado o ponto alto das celebrações: o dia de Nossa Senhora da Conceição, comemorado nesta terça-feira. Na paróquia dedicada à Mãe de Jesus, em Casa Amarela, milhares de fiéis são esperados nesta terça-feira (8). No local, missas estão sendo realizadas cada duas horas desde a meia-noite. A última desta manhã está programada para às 10h.

Já do meio-dia às 16h, quem for ao Morro da Conceição vai contar com o louvor e a adoração da Comunidade Católica Obra de Maria. No entanto, a grande celebração da tarde é a procissão de encerramento dos festejos que tem concentração prevista para começar às 14h no Forte do Brum, no Recife Antigo. Acompanhe as reportagens de Clarissa Siqueira:

A saída do local em direção à Paróquia da Santa, em um percurso de aproximadamente sete quilômetros, está marcada para às 15h. Na chegada à Igreja, durante a celebração de encerramento, o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, vai ler o decreto que eleva a paróquia a condição de santuário arquidiocesano.

O Padre José Roberto de França, pároco do local há seis anos, faz um balanço desta edição da maior festa católica do estado. "Estamos felizes da vida e conseguimos fazer uma excelente festa esse ano", diz.

O padre José Roberto França explica que os três critérios que permitiram a concessão desse título. O primeiro deles é que seja um lugar sagrado, o segundo é que haja peregrinação e o terceiro é que seja reconhecido por uma autoridade eclesiástica. Esse último vai se concretizar com a leitura do decreto por Dom Fernando.

Para encerrar os festejos em homenagem a nossa senhora da conceição no morro da zona norte terá show com o padre João Carlos e com o Frei Damião Silva, a partir das 20h. A estudante Maria Raíssa de Castro relata a ligação que tem com nossa senhora e quais os motivos que a levam ao morro da conceição. “Nossa Senhora é nossa mãe, é ela que abre nossos caminhos, que intercede por nós junto a deus”, afirma.

Mais Lidas