DETRAN

Prazo para emplacamento das cinquentinhas é prorrogado por mais 70 dias

Até o momento, pouco mais de 12 mil credenciamentos foram realizados

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/12/2015 às 15:57
Leitura:
Coletiva para apresentar novo prazo
Foto: Rádio Jornal

Os condutores das cinquetinhas que não conseguiram regularizar a Base de Índice Nacional (Bin) ou a certidão negativa emitida pelo Depatri vão ter mais 70 dias para resolver a documentação. A medida foi anunciada nesta quinta-feira (10), na sede do Detran.

Já a Carteira de Habilitação ou a autorização para circular deve ser apresentada a partir de agora. Caso contrário, o dono do ciclomotor vai ser multado em até R$ 570. Até o momento, pouco mais de 12 mil credenciamentos foram realizados.

O diretor presidente do Detran em Pernambuco, Charles Ribeiro, explica quais os procedimentos podem ser adotados para aqueles que ainda não possuem a CNH. “Se ele não está habilitado, mas possui a cinquentinha regularizada ou quer regularizar sua cinquentinha, encontre um condutor habilitado para levar a cinquentinha ao Detran ou procure a diretoria de fiscalização para receber uma autorização para circular nesse período da residência para o Detran”.

Confira os detalhes na reportagem de Gabriel Almeida:

Por conta da demanda, o Depatri ampliou o atendimento para os finais de semana, segundo o delegado Nelson Souto. “Atualmente, nós estamos trabalhando na confecção das certidões também aos sábados e domingos, então nós conseguimos reduzir pela metade este prazo. Antes, nós informávamos que em 15 dias seria entregue essa documentação e agora nós estamos entregando com apenas oito dias”, afirmou o delegado.

O Samu avalia como positiva a exigência da carteira e do licenciamento. De acordo com o serviço, desde que a medida passou a ser obrigatória houve uma redução de até 17,8 % nos acidentes com os ciclomotores em Pernambuco. Ainda este mês, uma campanha de conscientização para os condutores das cinquentinhas vai ser lançada pelo Detran.

Mais Lidas