ENTREVISTA

Sílvio Costa detona 'corrupção seletiva' e diz que quer bandidos de todos os partidos presos

O deputado federal deixou o PSC após não ser indicado para conselho que vai avalisar o pedido de impeachment e agora está no PTdoB

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/12/2015 às 11:53
Leitura:
Foto: Edmar Melo/Arquivo JC Imagem


Em entrevista exclusiva à Rádio Jornal, o deputado Federal Sílvio Costa, atulmente pelo PTdoB-PE, falou sobre a mudança de partido e comentou o cenário político nacional e as expectativa para a análise do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com Sílvio, a expectativa é que o processo só comece a ser julgado em 2016.

Sílvio Costa explicou que saiu do PSC após ter ficado de fora da indicação do partido para a comissão que vai analisar o processo de impeachment. Apesar de líder do governo na Câmara, ele perdeu a indicação para Eduardo BOlsonaro (PSC-RJ) e Marco Feliciano (PSC-SP). Agora ele está no PTdoB, onde, segundo ele, vai poder "defender melhor a presidente Dilma".

Sobre o julgamento do processo, que depende de uma decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a comissão que vai analisá-lo, Sílvio acredita que só terá início no ano que vem. Para ele, vai haver recesso, porque quem convoca o congresso é Renan Calheiros, mas Eduardo Cunha (PMDB-PE) teria que concordar, o que não deve acontecer já que o político quer retardar o processo que corre contra ele no Conselho de Ética.

Sílvio Costa se irritou com o que ele chama de "corrupção seletiva", afirmando que apenas os casos contra o PT e aliados são investigados. "Eu quero que todos os ladrões estejam presos, de todos os psartidos. Do PSDB, do FDEM, do PSB, do PT. Os caras tem ódio de mim, porque estou na política há anos e não tem um trisco na minha vida", diz. "O que eu não entendo é essa corrupção seletiva. O dinheiro de mensalinho que foi pra FHC era limpo e o que foi pro Instituto Lula era sujo? Só tem corrupção no PT?", critica.

"Espere a delação de Delcídio que vem muita gente por aí", sugeriu. Para encerrar, Sílvio Costa falou sobre futebol e a torcida para o Santa Cruz.

Ouça o Passando a Limpo de hoje nos áudios abaixo. O programa contou com a presença de Geraldo Freire, Wanger Gomes, Ciro Bezerra e Diogo Menezes:

Mais Lidas