SAÚDE

Novo boletim epidemiológico revela que Pernambuco tem 920 casos suspeitos de microcefalia

No Brasil, 2.041 foram notificados em 18 estados e no Distrito Federal.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/12/2015 às 7:56
Leitura:
Foto: reprodução/internet


Reportagem de Lélia Perlim

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde de Pernambuco divulgaram ontem os novos balanços de casos de microcefalia. No Brasil, 2.041 foram registrados até o último sábado (12). Até agora, foram identificados casos em 549 cidades de 19 unidades da federação.

Em Pernambuco, foram notificados 920 bebês com a suspeita de malformação congênita até essa segunda-feira (14). No último balanço haviam sido notificados 804 casos.

Dos 920 casos, 85 já estão confirmados por diagnóstico de imagem. Outros 27 foram descartados depois da mesma análise não verificar lesão no cérebro dos recém-nascidos com perímetro cefálico entre 32 e 33 centímetros.

Os números representam 38% dos 2.401 casos registrados em todo o Brasil, segundo relatório do Ministério da Saúde. No entanto, ainda não é possível determinar quais desses casos de microcefalia estão associados ao zika vírus.

Entre as gestantes pernambucanas, desde o dia 2 de dezembro, 58 foram notificadas por apresentarem exantemas, que são manchas vermelhas na pele, mas só uma delas já teve a confirmação de microcefalia intraútero. A Secretaria de Saúde divulgou ainda os números do zika vírus no estado. Entre os dias 10 e 14 deste mês, 103 casos foram notificados em 27 municípios pernambucanos.

Mais Lidas