SAÚDE

Conselho Regional de Medicina promove encontro para discutir os efeitos do zika vírus

O encontro reúne profissionais de saúde para reforçar o combate ao Aedes aegypti

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/12/2015 às 9:38
Leitura:
Foto: reprodução/Twitter @jc_pe


O evento realizado nesta segunda-feira (21) acontece na sede do Conselho Regional de Medicina, que fica na Rua Conselheiro Portela, no Espinheiro. Diante da importância do assunto, o fórum é transmitido on line pelo link zikavirusmitoseverdades.com.br. Entre os palestrantes estão o clínico geral Carlos Brito, a infectologista pediatra Regina Coeli e a neuropediatra Ana Van Der Linden.

O primeiro registro do zika virus data de 1947 num macaco usado em pesquisas sobre febre amarela na República da Uganda, no leste da África. Um ano depois foi descoberto em mosquitos capturados no mesmo habitat, a floresta de zika. As primeiras evidencias de infecções em seres humanos ocorreram em 1951, no continente africano.

Em 2007, um surto do zika vírus atingiu 70% da população da Ilha de Yap, na Micronésia, região do Oceano Pacífico. Entre 2013 e 2014, a doença atingiu a Polinésia Francesa e outras ilhas do Pacífico, como Nova Caledônia e Páscoa.

Além do Brasil, o alerta emitido pela Organização Mundial de Saúde engloba outros oito países, entre os quais Chile, Mexico, Paraguai e Venezuela. No nosso país, o zika vírus foi encontrado em 14 estados entre eles Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso, Amazonas, Pará e Tocantins.

O Ministério da Saúde confirma a relação do micro-organismo com a microcefalia, uma malformação no cérebro dos bebês. Em Pernambuco, são 85 casos confirmados entre 920 notificações.

O zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue e da febre chicungunha. Os bairros de Nova Descoberta, na Zona Norte e Jordão na Zona Sul, foram alvos neste final de semana de um mutirão de combate ao inseto. A gerente do Distrito Sanitário VII, Ana Sofia Costa, afirma que os moradores estão atentos às campanhas:

Mais Lidas