SAÚDE

Profissionais de saúde recebem treinamento para diferenciar doenças transmitidas pelo Aedes aegypti

Encontro também reforça o protocolo de atendimento da microcefalia. Treinamento é transmitido por videoconferência

Da Rádio Jornal, com informação de assessoria
Da Rádio Jornal, com informação de assessoria
Publicado em 21/12/2015 às 10:21
Leitura:
Foto ilustrativa: reprodução/internet


Profissionais de saúde de todo o Estado participam, nestas segunda e quarta-feira (21 e 23), de uma capacitação sobre dengue, chikungunya e zika. O treinamento é realizado no auditório da Secretaria Estadual de Saúde (SES), no Bongi, mas será transmitido, via videoconferência, para a sede de todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), pelo Núcleo de Telessaúde de Pernambuco (NET-PE).

Nesta segunda-feira, a capacitação reune médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que atuam na rede estadual de média e alta complexidade, como as Unidades de Pronto Atendimento, grandes emergências e hospitais regionais. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

As aulas serão ministradas pelo infectologista Theogenes Cronember, pela obstetra Juliana Schetinni, pela neuropediatra Vanessa Van Der Linden e pelo diretor de Controle de Doenças e Agravos da SES, George Dimech. No segundo dia, haverá ainda a participação da infectologista pediátrica e coordenadora do Departamento de Infectologia Pediátrica do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, Ângela Rocha.

Durante a capacitação, os profissionais serão apresentados ao diagnóstico diferencial das arboviroses, principalmente a dengue, chikungunya e zika. Também conhecerão a situação epidemiológica da microcefalia em Pernambuco, incluindo os processos de reabilitação, protocolo de atendimento e o sistema de notificação.

Dos serviços de alta e média complexidade, serão capacitados os trabalhadores que prestam atendimento nas áreas de ambulatório clínico, obstétrico pré-natal, ultrassonografia fetal, além de infectologia. Já entre os profissionais da Atenção Básica, o objetivo é tornar os coordenadores da Atenção Básica e representantes das equipes da ESF agentes empoderadores, que passarão a atuar replicando as informações recebidas para os demais profissionais desta rede.

Para a próxima quarta-feira (23), o treinamento é destinado a coordenadores da Atenção Básica e representantes de equipes médicas e de enfermagem que atuam na Estratégia de Saúde da Família.

Mais Lidas