ECONOMIA

Indústria foi a principal responsável pela queda de 5,6% do PIB de Pernambuco no terceiro trimestre

A crise econômica nacional é apontada como uma das principais causas da desaceleração econômica do estado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/12/2015 às 14:13
Leitura:
Foto: JC Imagem

Depois de crescer acima da média nacional nos últimos anos, a economia pernambucana registrou a maior queda para o resultado do terceiro trimestre desde 2003. O Produto Interno Bruto (PIB) dos meses de julho, agosto e setembro caiu 5,6% na comparação com igual período do ano passado, de acordo com resultado divulgado nesta quarta-feira (23) pela Agência de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco, Condepe/Fidem. Em valores correntes, o PIB do estado foi de R$ 37.800 bilhões.

O resultado foi pior do que o do Brasil, que registrou 4,5% de queda, atingindo valor corrente de R$ 1.481 trilhão. O presidente da Condepe/Fidem, Flávio Figueiredo, ameniza o desempenho ruim do estado ao apontar os dados acumulados do ano, em que Pernambuco cai menos do que o país. “Nós tivemos um desempenho, considerando o acumulado do ano ainda melhor do que o desempenho do Brasil. Hoje nós fechamos o terceiro trimestre com uma queda de - 2,2% no PIB, considerando o acumulado do ano. Enquanto o Brasil apresentou o número de - 3,2%”, disse.

Confira os detalhes na reportagem de Lélia Perlim:

A indústria foi a principal responsável pelo desempenho negativo do estado no período, com queda de 8,1%, seguida do setor de serviços com retração de 5,3% e agropecuária com queda de 1,5%.

A crise econômica nacional é apontada como uma das principais causas da desaceleração econômica do estado. “Também impactou aqui em Pernambuco. Pernambuco não é uma ilha e a economia está bem agregada com outros estados do país e esses números refletem essa crise econômica nacional”, apontou.

Apesar desses números, Flávio Figueiredo acredita que Pernambuco vai ter um desempenho melhor em 2016.
A expectativa para este ano é de que o PIB do estado feche com queda entre 2,5% e 3%.

Mais Lidas