OPERAÇÃO

Polícia Civil faz caça às bruxas aos jogos de azar na Região Metropolitana do Recife

A Operação Caça-níquel vai cumprir 15 mandados de prisão de 26 de busca e apreensão

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/12/2015 às 7:17
Leitura:
Imagem ilustrativa. Foto: Reprodução/Internet

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou nesta terça-feira (29), a 34ª Operação de Repressão Qualificada, denominada “Caça-níquel”. A ação tem por objetivo cumprir 15 mandados de prisão e 26 mandados de busca e apreensão contra integrantes de uma organização criminosa em que participam policiais militares, que exigiam contrapartida em dinheiro para não coibirem o crime de exploração de jogos de azar, sobretudo utilizando máquinas caça-níquel no Recife e Região Metropolitana.

Segundo a Secretaria de Defesa Social, a organização exigia um pagamento semanal de propina para permitir o funcionamento e exploração de jogos de azar. Caso houvesse recusa, o proprietário seria alvo de violência e teria suas máquinas retidas pelos integrantes da quadrilha. Até agora, dez policiais militares foram presos.

Ouça mais informações na matéria de Isabela Dias:

A operação foi coordenada pela Chefia de Polícia Civil de Pernambuco que, na execução dos trabalhos, contou com a participação de 170 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, 80 policiais militares, entre oficiais e praças, três bombeiros militares e dois peritos criminais.

Mais Lidas