CLIMA

Virada do ano pode ter registros de pancadas de chuva

Fenômeno conhecido como "vórtice ciclônico" atingiu várias regiões de Pernambuco nesta madrugada

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/12/2015 às 16:05
Leitura:
Foto: Reprodução vídeo

Raios, relâmpagos e trovões têm deixado o clima de final de ano em Pernambuco bem diferente do que se é registrado durante este período. É que o estado tem enfrentado um fenômeno chamado “vórtice ciclônico”, movimento circular no campo do vento que causa o aumento de nuvens.

De acordo com o meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), Roni Guedes, o vórtice é responsável por levar as chuvas para o Sertão. Porém como neste momento ele se encontra deslocado, há instabilidades no litoral. Ele explica que o fenômeno é comum nesta época do ano.

Ainda de acordo com Roni, durante a virada do ano podem ocorrer pancadas de chuva, mas sem nenhuma relação com o vórtice ciclônico.

Leia também: Brasil tem média de 50 milhões de raios por ano

A boa notícia é que as chuvas registradas nos últimos dias no Agreste do estado aumentaram em 3% o volume da Barragem do Prata, responsável pelo abastecimento de várias cidades da região. O reservatório localizado em São Joaquim do Monte, recuperou mais de um milhão de metros cúbicos de água.

Confira os detalhes na reportagem de Gabriel Almeida:

A gerente Regional da Compesa, Niédja Menezes, diz o que representa a água recuperada na Barragem do Prata para a região. “A gente consegue atender a população inteira por durante 10 dias. Foi uma recuperação incrível. Foram 48 horas, apenas, mas realmente foi uma recuperação surpreendente”, disse. Ela também destaca a situação do sistema Jucazinho que continua operando no volume morto. “A recuperação foi de 0,01%, ou seja, a gente tava com a barragem com 1.91% e passou pra 1.92%. Muito pequena. Mas, de certa forma, deixa a gente com esperança, torcendo para que outras chuvas dessas aconteçam”, contou.

Em tempos de fortes chuvas a recomendação é evitar espaços abertos como campos e praias, locais de maiores incidentes de raios.

Mais Lidas