VIOLÊNCIA

Motorista de ônibus que foi atingido por tiro de 12 durante assalto passa bem após cirurgia

O funcionário da empresa São Judas Tadeu foi atingido por um disparo quando tirava o celular do bolso para entregar aos suspeitos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/12/2015 às 11:28
Leitura:
Foto ilustrativa: reprodução/site Ônibus Brasil


Filipe José da Silva, 31 anos, foi mais uma vítima da violência nos coletivos na Região Metropolitana do Recife. Ele é motorista de ônibus e foi baleado na perna por um assaltante com uma espingarda calibre 12. O caso aconteceu na segunda-feira (28), mas a informação só foi divulgada hoje pelo Sindicato dos Rodoviários.

A vítima está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dom Helder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, e de acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE), passa bem. O caso aconteceu em um veículo da empresa São Judas Tadeu nas proximidades da Vila Sotave, em Jaboatão dos Guararapes.

Dois suspeitos recolheram os pertences dos usuários, do cobrador e motorista. Ainda segundo o Sindicato, um dos suspeitos atirou na perna do motorista enquanto ele tirava o celular do bolso para entregar aos homens.

O assessor de Comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Genildo Pereira, vai de encontro à SDS e afirma que o número real de assaltos já passa dos 2.000. Ele cobra um posicionamento do Governo do Estado e Polícia Militar contra o cenário de assaltos em coletivos.

Mais Lidas