REAJUSTE

Salário mínimo aumenta para R$ 880 e impacta economia em R$ 50 bilhões, calcula Dieese

O novo aumento fixa o valor em R$ 880 e significa um crescimento de 11,6%

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/12/2015 às 8:13
Leitura:
Foto: Reprodução/Internet

A presidente Dilma Rousseff assinou na última terça-feira (29) um decreto que fixa em R$ 880 o valor do salário mínimo, que passa a vigorar a partir de 1º de janeiro de 2016. O aumento significa um crescimento de 11,6%. O decreto da presidente foi publicado nesta quarta (30) no Diário Oficial da União.

O aumento de 11,6% supera a taxa de inflação oficial que é 10,71%. O Governo Federal informa que o ganho real entre 2003 até agora é de 76%.

Atualmente, 48 milhões de trabalhadores e aposentados, urbanos e rurais recebem o salário mínimo. O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) calcula que o impacto na economia brasileira no ano que vem será superior a R$ 50 bilhões.

Para a União, a despesa será de mais de R$ 30 bilhões, o que vai ampliar o rombo nas contas públicas. No caso dos aposentados que recebem acima do mínimo, o percentual será o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) a ser divulgado em janeiro.

Miguel Rosseto, ministro do Trabalho e Previdência Social, ressalta a importância da política voltada ao salário:

Mais Lidas