Polícia Federal encerra 2015 em Pernambuco com menos prisões e apreensão drogas

No balanço apresentado nesta quarta, a PF divulgou que foram feitas apenas 16 prisões, enquanto em 2014 houveram 112

BALANÇO

Da Rádio Jornal

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Nesta quarta-feira (30), a Polícia Federal (PF) em Pernambuco divulgou o balanço das ações e atividades realizadas ao longo de 2015. Comparando ao ano de 2014, praticamente não houve mudança no número de operações deflagradas pela PF, que subiu de 20 para 21. Por outro lado, a quantidade de prisões diminuiu drasticamente no comparativo do período, indo de 112 para apenas 16. 

O chefe de Comunicação da Polícia Federal no estado, Giovani Santoro, atribui a queda nas prisões ao grande número de ouvidas de suspeitos nas operações, que este ano foi superior a 60. Para ele, o dado mostra o maior cuidado da Justiça nas prisões dos envolvidos em crimes.

A menor quantidade de pés de maconha erradicados em Pernambuco também foi um dos destaques do balanço apresentado pela PF. Em 2014, foram 1.290.000 e, este ano, foram pouco mais de 800 mil espécimes. Ainda segundo Giovani Santoro, os números revelam uma mudança nos plantios realizados em ilhas banhadas pelo Rio São Francisco.

De 2014 para 2015, houve um aumento da apreensão de cocaína pura no estado, que passou de 44 para 614kg. O dado fortalece a tese de que Pernambuco é uma das principais rotas do tráfico internacional. Outro destaque do balanço da PF foi o aumento no número de arrombamentos e assaltos às agências dos Correios e Caixa Econômica Federal, que foi de 35, em 2014, para 58 este ano.

O relatório da PF aponta ainda que o número de armas furtadas nas investidas criminosas investigadas pelo órgão neste ano também subiu. Em 2014, foram oito, subindo para 15 este ano.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO