RESSOCIALIZAÇÃO

Situação no Complexo Prisional do Curado é controlada após princípio de tumulto

Segundo a SERES, o motim teve início em protesto à transferência de um dos presos da unidade

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/01/2016 às 14:59
Leitura:
Foto: Lélia Perlim/ Rádio Jornal


O Presídio Agente Penitenciário Marcelo Francisco de Araújo (PAMFA) e o Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros (PJALLB), ambos no Complexo Prisional do Curado, registraram um princípio de tumulto no início da tarde desta segunda-feira.

Por meio de nota, a Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco (SERES) confirmou apenas o tumulto na no PAMFA. Segundo a pasta, o motim teve início em protesto à transferência de um dos presos da unidade para o Cotel, em Abreu e Lima. A situação já foi controlada e não houve feridos.

Policiais do Batalhão de Choque entraram nas unidades para controlar a situação. A princípio, as informações dão conta de que os detentos do PJALLB realizaram um protesto exibindo faixas pedindo a permanência do juiz da Vara de Execuções Penais, Luiz Rocha, que seria transferido de local. Além disso, estariam pedindo a permanência de Éden Vespaziano, secretário-executivo de Ressocialização de Pernambuco, e Pedro Eurico, o secretário de Justiça e Direitos Humanos.

Depois desse momento, detentos do PAMFA atearam fogo em colchões na área externa.

Confira os detalhes no flash de Lélia Perlim:

Confira a nota completa da SERES:

A Secretaria Executiva de Ressocialização (SERES) informa que no início desta tarde, 04, alguns detentos do Presídio Agente Penitenciário Marcelo Francisco de Araújo (PAMFA), no Complexo Prisional do Curado, realizaram um motim em protesto à transferência de um dos presos da unidade.

Em cumprimento à ordem judicial, o detento foi transferido para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Lima (Cotel), em Abreu e Lima. Para conter o motim, foram acionados os agentes penitenciários da unidade e do Grupo de Operações e Segurança (GOS/SERES). Não houve feridos e no momento a situação está controlada.

Mais Lidas