CARNAVAL

Preços de adereços carnavalescos no comércio do centro do Recife dividem opiniões

Apesar da grande oferta dos lojistas, o movimento de clientes ainda é fraco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/01/2016 às 17:33
Leitura:
Foto: Lélia Perlim/ Rádio Jornal

Passadas as festas de fim de ano, a ordem agora é se preparar para o carnaval. Faltando pouco mais de um mês para o Sábado de Zé Pereira, as lojas do centro do Recife já estão com o estoque cheio de adereços. Tudo para garantir muita beleza e descontração aos foliões nos dias de momo.

Apesar da grande oferta dos lojistas, o movimento de clientes ainda é fraco. A gerente de uma loja de artigos carnavalescos localizada na Rua das Calçadas, no bairro de São José, demonstra preocupação por conta dos efeitos da crise econômica. “A gente tá preocupado com o movimento, que já era pra estar bem intenso. Só temos esse mês de vendas”, contou. “A nossa expectativa é que quando comece os bailes já dê uma animada. Quando começaram as prévias em Olinda o pessoal já se animou”, disse.

Confira os detalhes na reportagem de Lélia Perlim:

A funcionária pública Fabiana Martins reclama dos preços das fantasias para crianças. “Tô achando os preços bem altos. Tenho pesquisado desde dezembro, mas por conta da alta agora, a procura da festa do carnaval, eu ainda tenho achado que o preço está salgado”, contou a mulher, que disse que continuaria procurando ou iria optar por mandar fazer.

Já o produtor de evento Gladistone Ferreira não vê dificuldade para renovar os adereços e montar a fantasia de rei. “Já encontrei bastante coisa já”, falou, confirmando que os preços estão bons.

Entre os adereços mais procurados, estão as tiaras de cabelo a partir de R$ 3,40; as sombrinhas de frevo, a partir de R$5,95; fantasias para crianças que vão de R$ 16,90 até R$ 400; e as fantasias para adultos que a mais simples, de índia, custa R$ 38 e a mais cara de passista até R$ 1 mil.

Mais Lidas