Lei Seca intensifica bloqueios nas estradas de Pernambuco no período de férias e prévias carnavalescas

A Operação Lei Seca envolve 212 profissionais divididos em nove equipes. As ações são realizadas diariamente

PREVENÇÃO

Com informações de assessoria

Foto: Divulgação


A Operação Lei Seca em Pernambuco intensificará, a partir desta semana, as ações de bloqueio em rodovias federais, estaduais e vias de todo o Estado. Motoristas e condutores devem ficar atentos às blitze durante o período de verão e férias escolares, quando a movimentação para o litoral e Interior do Estado é mais intensa, e quando acontecem as festas e prévias carnavalescas. Pontos serão reforçados e os bloqueios, das equipes que atuam diariamente em Pernambuco, estarão montados nas principais vias.
 
Para reforçar a fiscalização, as atuações serão feitas em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e guardas municipais. "O mês de janeiro apresenta uma movimentação atípica dos demais meses, já que muitas famílias entram em recesso e também há férias escolares. Isso faz com que ocorra um deslocamento maior de veículos para o litoral e Interior. Além disso, o período coincide com as prévias de Carnaval e muitas cidades possuem programação de festas ", comenta o coordenador da Operação Lei Seca, Luciano Nunes. Entre o roteiro, estão Caruaru, Tamandaré, Garanhuns, Goiana, Ouricuri e São José da Coroa Grande. 
 
Até o final do mês, haverá ação constante de equipes, durante todos os dias, com pontos simultâneos de fiscalização. As blitze ficarão próximas aos locais onde ocorrem shows e festas, além de estarem localizadas nas entradas de municípios da RMR. A distribuição de equipes é feita para todas as regiões do Estado. As ações da OLS têm o objetivo de reforçar a segurança no trânsito e inibir a associação de álcool e direção pelos motoristas e motociclistas, com uma frota de nove vans informatizadas, nove guinchos, quatro motos e nove viaturas de apoio.
 
Dados - Um comparativo entre os anos de 2014 e 2015 revela um aumento na ordem de 10 mil abordagem a veículos, com a diminuição das infrações envolvendo o consumo de bebida alcoólica  nas constatações, crimes e recusas. O número de motoristas parados nos bloqueios saiu de 363.474 em 2014 para 373.508 no ano passado. "Podemos dizer que isso é reflexo de uma postura diferente adotada pelos pernambucanos, que estão mais conscientes em relação aos perigos da associação entre o consumo de bebida e a direção. Desde que teve início a OLS, percebemos uma redução dos crimes por alcoolemia, que são a soma destas três infrações: de 6.677, em 2014, para 5.853, em 2015", comenta Luciano Nunes. Em 2014, foram 1.594 constatações, enquanto 2015 registrou 1.308; os crimes foram reduzidos de 308 para 163, enquanto as recusas também diminuíram, das 4.775 para 4.382.
 
E MAIS
- A Operação Lei Seca atua com nove equipes no Estado. Sendo seis, na Região Metropolitana do Recife, e três, no Interior de Pernambuco;
- A Operação Lei Seca em Pernambuco está sob a coordenação da Secretaria Estadual de Saúde (SES) desde o dia 1º de dezembro de 2011;
- As ações são realizadas diariamente, todos os dias da semana, em horários variados e de forma itinerante com a instalação de tendas e o uso de vans informatizadas;
- O trabalho da Operação Lei Seca envolve 212 profissionais. Por blitz, atuam 13 agentes de três órgãos de Estado: SES, PMPE e Detran.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO