JUSTIÇA

Audiência prepara julgamento de homem acusado de empurrar namorada na frente de ônibus

Maria de Lourdes morreu atropelada na Avenida Recife. Ângelo de Souza teria jogado a companheira na via durante um discussão

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/01/2016 às 6:58
Leitura:
Foto: Reprodução/TV Jornal


A professora Maria de Lourdes Pereira Duarte, que tinha 38 anos, morreu em 24 de setembro de 2014. A educadora foi atropelada na Avenida Recife por um ônibus da Empresa Vera Cruz, que fazia a linha Santa Luzia/Parque da Aeronáutica, e morreu no local.

Ângelo Máximo de Souza, de 35 anos, responde ao processo em liberdade, o que aumenta o sofrimento da família da vítima. O acusado, que namorava a vítima, alegou legítima defesa para o empurrão.

A primeira audiência de instrução e julgamento será na 2ª Vara Do Tribunal do Júri da Capital, no Fórum Joana Bezerra, a partir das 16h. Além de Ângelo Máximo de Souza, o juiz Jorge Luiz Dos Santos Henriques irá ouvir testemunhas de acusação.

Viviane Duarte de Lima, sobrinha da professora, afirma que a família não se conforma. Ela diz que o acusado é uma pessoa bastante violenta:

Mais Lidas