PASSANDO A LIMPO

Prefeito do Recife dá prazo para finalização da Via Mangue e fala sobre contratação dos "amarelinhos"

Segundo Geraldo Júlio, as obras serão finalizadas no próximo dia 17. A via deveria estar pronta desde 2013

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/01/2016 às 11:52
Leitura:
Foto: Dani Neves/JC Imagem

No debate do Passando a Limpo desta terça-feira (12), os comunicadores Geraldo Freire, Maria Luiza Borges, Jamildo Melo e Ivanildo Sampaio falaram sobre as obras de finalização da Via Mangue, corredor expresso da Zona Sul que funciona parcialmente há apenas um ano e meio e deveria estar pronto desde 2013.

Entrevistado por telefone, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, deu um prazo de entrega das obras que, segundo ele, deverão estar finalizadas no dia 17 de janeiro. “Na próxima sexta-feira (15) faremos uma vistoria final de obra, caminhando por todo o percurso olhando cada detalhe das construções para cumprir a data que foi combinada com a construtora responsável”, afirmou o prefeito. Segundo ele, a presença da presidente Dilma na inauguração não está confirmada.

O prefeito também falou da faixa azul, exclusiva para ônibus e taxis com passageiros a bordo, que faz parte das obras de mobilidade de sua gestão na Zona Sul da cidade. Depois de implantada na Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem, Geraldo Júlio afirma que o próximo passo é a implantação na paralela, Conselheiro Aguiar, beneficiando mais de cem mil passageiros por dia.

Os convidados também comentaram sobre a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que julga como irregular a contratação dos organizadores de trânsito, popularmente chamados de “amarelinhos”. Sobre o assunto, Geraldo Júlio afirmou que “na realidade não foi uma contratação de pessoal, foi uma contratação de serviço. Com os amarelinhos a população se sente melhor, eles ajudam o trânsito, que é difícil e auxiliam até mesmo o pedestre. Faltou um esclarecimento ao TCE, mas vai ser esclarecido e eles devem continuar trabalhando”.

Ouça abaixo o Passando a Limpo na íntegra:

Mais Lidas