ACIDENTE

FAB aponta quatro principais motivos para o acidente que matou Eduardo Campos

Segundo o Cenipa, a falta de treinamento específico da aeronave por parte do piloto e do co-piloto também foi um dos pontos cruciais para o acidente

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/01/2016 às 19:54
Leitura:
Foto: AFP

A FAB (Força Aérea Brasileira) divulgou nesta terça-feira (19) o relatório final sobre o acidente aéreo que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e mais 6 pessoas durante a campanha de 2014, na cidade de Santos no litoral paulista. De acordo o Tenente-Coronel Raul Souza, responsável pela investigação no Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) os pilotos da aeronave não seguiram os procedimentos padrão em situações de condições meteorológicas adversas.

Confira os detalhes com o repórter Romoaldo de Souza


Quatro fatores foram determinantes para a queda do avião: A atitude dos pilotos, as condições meteorológicas adversas, a desorientação espacial e a indisciplina de voo. Ainda segundo o Cenipa, a falta de treinamento específico da aeronave por parte do piloto e do co-piloto também foi um dos pontos cruciais para o acidente. O advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador, disse por meio de nota que ainda acredita no erro de projeto como a principal causa de queda do avião. Para o ele, o Cenipa, colocou toda responsabilidade nos pilotos e não se aprofundou nas condições do projeto da aeronave.

Leia Mais:

Moradores antingidos pelo acidente que vitimou Eduardo Campos ainda não foram idenizados

Mais Lidas