MICROCEFALIA

Mais de 1300 casos de microcefalia foram notificados em Pernambuco, aponta Secretaria de Saúde

Também foram registrados cinco casos de bebês natimortos e quatro que morreram depois do nascimento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/01/2016 às 16:19
Leitura:
Imagem: Divulgação SES


A Secretaria Estadual de Saúde divulgou nesta terça-feira (19) um novo boletim com os números da microcefalia. De agosto do ano passado até 16 de janeiro desse ano, 1.306 casos foram notificados em Pernambuco. Ao todo, 123 casos foram confirmados e 106 foram descartados. Saiba mais na reportagem de Suellen Fernandes:

Também foram registrados cinco casos de bebês natimortos e quatro que morreram depois do nascimento. Os óbitos foram dois no Recife, três em Ipojuca, um em São Lourenço, um em Bodocó, um em Bom Jardim e um em Petrolina. Mas, de acordo com Secretaria de Saúde, nenhum dos casos teve microcefalia como causa básica de morte.

Ainda de acordo com o boletim da Secretaria de Saúde do estado, desde que a notificação de casos de gestantes com exantemas foi tornada obrigatória, no período de 02 de dezembro de 2015 a 16 de janeiro de 2016, 69 municípios do Estado notificaram 584 casos de gestantes com esse quadro clínico. Desse total, 06 gestantes apresentam confirmação de microcefalia intraútero. A notificação das mulheres com exantema não significa que elas são casos suspeitos de dengue, chikungunya ou zika, já que outros fatores podem ter ocasionado as manchas vermelhas (rubéola, intoxicação, alergia ou alguma outra virose). O exantema também não é indicativo que a mulher terá um bebê com microcefalia.

Mais Lidas