RECIFE

Ação pelo Dia do Farmacêutico é marcada pela falta de medicamentos em policlínica de Água Fria

De acordo com pacientes, remédios para hipertensão e diabetes e outras doenças crônicas estão faltando há três meses

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/01/2016 às 9:57
Leitura:


Reportagem de Clarissa Siqueira

A reportagem da Rádio Jornal foi até a Policlínica Salomão Kelner, que fica no bairro de Água Fria, na Zona Norte do Recife, para acompanhar a ação que marca o Dia do Farmacêutico. Dentro da unidade, porém, uma longa fila de pacientes se formava perto da farmácia na espera de que os medicamentos usados para tratar diabetes, hipertensão e outras doenças crônicas, estivessem disponíveis.

Entre as pessoas que aguardam a liberação de medicamento, a aposentada da Eliane dos Santos da Luz diz que chegou às 4h30 e, até as 9h, não havia conseguido pegar a medicação para combater a hipertensão e tratar a diabetes. “Estou há três meses sem tomar minha medicação. Quem tem dinheiro para comprar, ainda vai, quem não tem, fica como?”, questiona.

No local, a Secretaria de Saúde do Recife oferece consultas farmacêuticas, aferição de pressão arterial, testes de glicose, abordagem sobre tuberculose, alimentação saudável e atividades físicas. Durante as ações, os profissionais chamam atenção sobre a atuação dos farmacêuticos na vida das pessoas e os perigos da automedicação.

Sobre a falta de medicamentos na Policlínica Salomão Kelner, os profissionais da saúde que trabalham no local afirmaram que ela vai chegar, mas não souberam especificar quando. Eles também não quiserem se identificar nem gravar entrevista.

A Secretaria de Administração e Finanças de Saúde respondeu, por meio de nota, que uma nova licitação foi realizada recentemente para reposição dos medicamentos em falta nas farmácias municipais. Com isso, os fornecedores estão iniciando a distribuição para que o abastecimento seja normalizado.

Mais Lidas