TRANSPORTE

Justiça suspende reajuste das passagens de ônibus na RMR

A decisão, de iniciativa da Frente de Luta pelo Transporte Público, foi acatada pelo juiz José Marcelon Luiz e Silva

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/01/2016 às 11:04
Leitura:
Foto: Guga Matos/JC Imagem

A última reunião do Conselho Superior de Transporte Metropolitano, em que ficou decidido o reajuste das passagens de ônibus na Região Metropolitana do Recife (RMR), ainda é alvo de contestação. No último dia 18, o estudante conselheiro Márcio José da Silva Morais pediu vistas na planilha de custos do sistema de transporte público e teve a decisão indeferida por 20 votos a 4.

No entendimento de Márcio José, houve violações no regimento do conselho. “Nós tomamos posse de fato no dia 11, mas apenas no dia 18 tomamos posse de direito, porque assinamos o termo de assentamento do conselho. Por isso fomos prejudicados, porque a oportunidade de ver as planilhas nos foi negado por não sermos de direito conselheiros”, afirmou.

Com base nisto, a Frente de Luta pelo Transporte Público ingressou com uma ação no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), que foi acatada pelo juiz José Marcelon Luiz e Silva, suspendendo, na tarde desta terça-feira (26), o reajuste das passagens no Grande Recife. A decisão é em caráter liminar.

Movimentos sociais já haviam marcado um protesto contra o reajuste das tarifas nesta quarta-feira (27), o quarto desde o dia 15 de janeiro. O protesto havia sido marcado na segunda-feira (25), antes mesmo de o juiz José Marcelon Luiz e Silva divulgar sua decisão. O grupo pretende se concentrar no Largo da Encruzilhada, na Zona Norte do Recife. A convocação é feita através de evento no Facebook.

Mais Lidas