CAOS

Chuvas, ventos, transtornos e morte: Região Metropolitana do Recife viveu tarde caótica

Mudança climática pegou a população de surpresa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/01/2016 às 17:39
Leitura:
Foto: Ashlley Melo/JC Imagem


Por conta do grande volume de chuvas e dos fortes ventos, muitos problemas foram registrados na Região Metropolitana do Recife, na tarde desta sexta-feira (29). Os moradores do UR-03, no Ibura, informaram que o bairro está sem energia elétrica. No Parnamirim, o trânsito ficou complicado nas imediações da rua Desembargador Gois Cavalcanti, por conta de uma árvore que caiu na pista. Mais de 70 árvores caíram.

Carro atingido
Foto: Cortesia

Na rua Lauro Sodré, no bairro de Mangueira, e na rua Adelino Frutuoso, no Cordeiro, o vento destelhou casas e os moradores também ficaram sem energia. Na rua Lauro Sodré, fios ficaram soltos na pista. Devido à falta de energia, os semáforos da Avenida Norte ficaram apagados. Ouvintes informoaram que a ventania derrubou uma placa de sinalização em cima de fios, na curva do Cabanga.

Árvore caiu na Praça da Picanha, no Rosarinho
Foto: Ana Beatriz Sena/ Cortesia

Na Avenida Rosa e Silva, uma árvore caiu atingindo um carro em frente ao hospital dos servidores. A informação incial é de que um ciclista morreu neste mesmo trecho, após a queda de uma árvore.

Na Avenida Malaquias, no bairro das Graças, uma árvore de grande porte também caiu na pista e o trânsito foi completamente bloqueado na via. No Marco Zero, próximo aos armazéns, uma árvore também caiu na pista, e o trânsito também é complicado no local.

Veja a cobertur no Facebook e no Twitter da Rádio Jornal

Estruturas do carnaval foram destruídas pelo vento
Foto: Lélia Perlim/ Lélia Perlim

A falta de energia em alguns bairros da Região Metropolitana do Recife afetou os intervalos do metrô. De acordo com o assessor de comunicação do Metrorec, Salvino Gomes, os trens estão demorando mais para chegar, acarretando acúmulo de pessoas nas estações.

Árvores caíram na Praça da Independência
Foto: Blog Pauta Política/ Cortesia

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou em nota que, em decorrência das chuvas associadas a ventos de maior intensidade, houve registro aumento no volume de chamados na Região Metropolitana do Recife.

Estrutura de decoração no Recife Antigo atingiu carro de luxo
Foto: Cortesia

As fortes rajadas provocaram quedas de árvores e arremessaram objetos na rede elétrica. De acordo com a companhia, houve reforço do contingente de profissionais de prontidão para restabelecer o fornecimento de energia nas áreas afetadas.

A Celpe orienta os clientes que durante a comunicação de falta de energia é importante número do contrato, que facilita a identificação das ocorrências. Em casos de fiação partida por quedas de árvores ou raios, a concessionária orienta a manter distância do fio, isolar a área e acionar, imediatamente, a empresa pelo 0800 081 0196.

Carro atingido no Parque Dona Lindu
Foto: Cortesia

Relação de algumas árvores caídas:

1º Av. Caxangá, semáforo 235;
2º Rua Quarenta e Oito / Rua da Hora;
3º Rua Palmares, lado oposto ao posto RM (Cemitério Santo Amaro);
4º Av. Caxangá próximo ao Hospital Getúlio Vargas;
5º Av. João de Barros, sem. 412;
6º Praça de Campo Grande;
7º Av. Recife , entrada de Jardim São Paulo no sentido aeroporto;
8º Av. Góes Cavalcante ( Casa Amarela)
9º Av. Alfredo Lisboa, próximo ao Marco Zero;
10º Outdoor do Cabanga Iate Clube caiu sobre a via;
11º Av. Malaquias / Av. Rosa e Silva:
12º Rua Henrique Dias, Colégio Militar (Vítima nas ferragens);
13º Av. Norte, entrada do Morro da Conceição;
14º Mercado São José;
15º Av. Rosa e Silva, em frente ao Hospital do Servidor (Vítima Fatal - Ciclista);
16º Rua da Harmonia, Farmácia Bom Jesus;
17º Rua Siqueira Campos / Av. Dantas Barreto;
18º Rua Pedro Afonso, nº 584;
19º Av. Agamenon Magalhães, Clube Português;
20º Av. General San Martins, em frente a CHESF;
21º Rua Costa Gomes, em frente a Drogasil e Massa Nobre.

Mais Lidas