INCÊNDIO

Após controle das chamas, moradores da comunidade Santa Luzia tentam recuperar pertences

Doações também estão sendo direcionadas para o Instituto de Assistência Social e Cidadania (IASC)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/02/2016 às 14:27
Leitura:
Moradores se arriscam no meio dos escombros
Foto: Lélia Perlim/ Rádio Jornal


Cerca de 80 servidores da prefeitura do Recife trabalham no cadastro das famílias atingidas pelo incêndio na comunidade Santa Luzia, no bairro da Torre, Zona Norte da capital pernambucana, ocorrido na manhã desta quarta-feira (3). Só após esse levantamento vai ser possível determinar a quantidade de pessoas e o tipo de assistência que cada uma vai precisar. Durante o cadastro, a maioria dos moradores já informa à prefeitura o desejo de ir para casa de parentes.

Quem tiver perdido tudo vai ser direcionado ao abrigo no bairro do Recife. Doações também estão sendo direcionadas para o Instituto de Assistência Social e Cidadania (IASC) no bairro de São José, na rua Imperial, número 203.

Confira os detalhes no flash de Lélia Perlim:

O major Edson Marcone fala sobre o trabalho realizado. “Agora, é a população que está querendo entrar para resgatar seus pertences. O bombeiro localizou o proprietário de um cofrinho contendo cerca de R$ 600 em moeda. Isso fez com que atraísse crianças, adolescentes e jovens para fazer uma caça ao tesouro aí dentro. Numa situação extremamente crítica e de risco”, revelou. “Não pode entrar. A prefeitura foi acionada através da Guarda Municipal e a Polícia Militar também pra preservar a propriedade dos outros”, finalizou.

Servidores da Defesa Civil atendem vítimas


O trabalho de rescaldo do Corpo de Bombeiros deve durar até a noite. Já a Prefeitura do Recife informou que um mutirão para emissão de documentos vai ser realizado nesta quinta-feira (4) a partir das 9h, na Escola Creuza Dornelas Câmara.

Mais Lidas