SAÚDE

Trajeto do Galo da Madrugada recebe reforço no combate ao mosquito Aedes aegypti

Foram 76 litros de inseticida químico borrifados no trajeto do maior bloco do mundo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/02/2016 às 15:55
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jornal

Setenta e seis litros de inseticida químico foram borrifados nos cerca de 6 km de percurso do maior bloco de carnaval do mundo, o Galo da Madrugada. Tudo isso para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus dengue, zika e chinkungunya e garantir a saúde dos mais de dois milhões de foliões esperados para a agremiação, no sábado de carnaval.

Com um auxílio de um veículo, conhecido por carro fumacê, dez agentes de saúde ambiental e 10 soldados do exército visitaram nesta quarta-feira (3) estabelecimentos comerciais e casas no centro do Recife, orientando a população sobre o combate ao mosquito e aplicando o inseticida.

A ação começou no Forte das Cinco Pontas, passando pelas Avenidas Sul e Dantas Barreto, Guararapes, Rua Imperial e do Sol, onde é a dispersão do Galo da Madrugada. O inseticida borrifado foi um dos compostos recomendados pelo Ministério da Saúde para o controle do mosquito na fase adulta. O equipamento do carro tem um alcance de até 20 metros no combate ao Aedes aegypti.

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, diz que a iniciativa envolve várias ações e que a maioria dos focos de proliferação do mosquito está dentro das casas. “A tradicional localização de focos, eliminação de focos, aplicação do inseticida com a bomba que os agentes usam nas costas para aplicação do inseticida dentro desses estabelecimentos. Então esse trabalho é reforçado com a questão do fumacê que passa no carro. A gente sabe que a maior parte dos focos está dentro desses estabelecimentos ou casas”, destacou.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Agentes ambientais também aplicaram o inseticida em pontos específicos, com jatos presos em bombas, colocadas nas costas. O presidente do Galo da Madrugada, Rômulo Meneses acompanhou a aplicação do produto dentro dos camarotes do bloco oficiais do bloco. “Uma ação louvável para evitar a proliferação desse mal”, comentou.

Outros polos de carnaval do Recife também vão receber as ações de limpeza e do fumacê. Nesta quinta-feira (4) a Secretaria de Saúde da capital pernambucana começa a iniciativa no bairro do Recife e no Marco Zero.

A população aprovou a aplicação do inseticida. Carlos Alberto dos Santos, trabalha na Rua da Concórdia. “É necessário, né? É bom por que tem essas áreas que são descampadas e o pessoal joga muito lixo. Tem copinho descartável, tampinha de garrafa”, destacou.

Além da colocação do veneno, os agentes ambientais orientam os moradores visitados e fiscalizam se nas casas há pontos acumulo de água, onde o Aedes pode se reproduzir. Panfletos bilíngues também são distribuídos, orientando turistas e a população de que devem ser usados repelentes e protetores solares durante as festas de momo.

Mais Lidas