CARNAVAL

Rotina de trânsito e transporte do Recife muda para receber escultura do Galo da Madrugada

Artista plástico responsável pela escultura garante que, mesmo se houvesse outro temporal, ela não seria danificada pelo vento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/02/2016 às 9:53
Leitura:
Foto: Wellington Dantas/SJCC


Reportagens de Clarissa Siqueira e Marcela Maranhão

Desde às 22h15 dessa quarta-feira, a Ponte Duarte Coelho, no bairro de Santo Antônio, está fechada para a montagem do Galo da Madrugada, símbolo da maior agremiação carnavalesca do mundo. A expectativa é que ele fique completamente de pé até às 16h desta quinta-feira (4).

As peças do galo, que juntas somam 27 metros de altura, foram transportadas até o local em seis caminhões, que saíram do município de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, onde fica o atelier do artista Sávio Araújo. De acordo com ele, a estrutura é resistente e não sai do lugar nem mesmo se uma tempestade que atingiu o Recife no final de janeiro, com ventos de até 80 mk/h, se reprtir na capital pernambucana.

Ontem, dezenas de pessoas participaram da montagem. É o caso do Osvaldo Cruz, que já realiza esse trabalho há 4 anos, e destaca a grande responsabilidade em fazer parte da equipe.

Com a montagem do galo, 109 linhas de ônibus convencionais e 38 linhas bacuraus vão ter mudanças de itinerário temporariamente. O trânsito só vai ser normalizado a partir das 14h da Quarta-feira de Cinzas.

Neste ano, a cada 10 minutos, a escultura vai executar a sua tradicional vinheta, inspirada no frevo Vassourinhas. A arte, assinada por Sávio Araújo, conta com elementos que fazem referência ao estilo do cantor Chico Science, que será o homenageado deste ano.

A segunda parte da interdição do centro começa nesta sexta-feira, nos bairros de Santo Antônio e São José, com o fechamento das seguintes vias: Rua do Sol, Siqueira Campos, Avenida Guararapes e Rua Imperial. A Avenida Sul também vai ficar bloqueada no sentido subúrbio-cidade, perto do antigo pontilhão. Com isso, o tráfego vai ser deviado pelo Cabanga, seguindo pelo Cais José Estelita e Forte das Cinco Pontas.

No sábado, o Estelita será fechado no sentido subúrbio-cidade, ficando livre apenas para ônibus e táxis com passageiros. Para quem vem da Zona Sul, o acesso ao centro do Recife, no dia do desfile, vai ser pela Agamenon Magalhães. A desmontagem do galo acontece entre as 6h ao meio-dia da Quarta-feira de Cinzas.

Mais Lidas