CONSULTÓRIO

Avanço da microcefalia no mundo é tema do Consultório desta sexta-feira

A infectologista, Ângela Rocha, explicou a declaração do presidente da Fiocruz sobre a detecção do vírus zika na saliva e na urina

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/02/2016 às 21:14
Leitura:
Foto: reprodução/internet

O Consultório desta sexta-feira (05) tratou sobre o avanço da microcefalia no mundo. Graça Araújo recebeu a neuropediatra, Vanessa Van Der Linden e a infectologista, Ângela Rocha. O programa abordou a declaração do presidente da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), Paulo Gadelha, sobre a detecção do vírus zika na saliva e urina humana. Segundo ele, a informação muda a forma como as pesquisas estão sendo desenvolvidas.

Ângela Rocha explicou para os ouvintes a declaração do presidente da Fiocruz. “A principal transmissão continua pela picada do mosquito, mas se uma pessoa se encontra em um quadro agudo da doença, esse vírus pode aparecer, não só no sangue, mas em várias secreções corporais”, esclareceu.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou esta semana, situação de emergência em relação ao avanço da microcefalia nas Américas ligada ao zika vírus. A doença também ocorre por meio de outras disfunções neurológicas, mas a atenção da organização alerta para o estudo com relação ao vírus.

Confira o Consultório completo:

Mais Lidas