SEGURANÇA

Delegacia Interativa ganha reforço durante os dias de folia

No ano passado mais de 138 mil BOs foram registrados pela internet

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/02/2016 às 14:35
Leitura:

Se você brinca o carnaval e já foi roubado, furtado ou perdeu algum documento durante os dias de folia, preste muita atenção no que eu vou te falar agora. O serviço que permite o registro de boletins de ocorrência por telefone e pela internet vai ganhar reforço durante o carnaval.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (5) pela Polícia Civil durante coletiva. O atendimento da chamada Delegacia Interativa, pode ser feito por meio do site da Secretaria de Defesa Social: www.sds.pe.gov.br ou na página da Polícia Civil: www.policiacivil.pe.gov.br. Quem preferir utilizar o telefone, pode ligar para o número: 3182.3205.

Podem ser registrados furtos, roubos, danos ao patrimônio, extravio de documentos, acidentes de trânsito sem vítimas e, neste caso, só podem ser registrados colisões entre veículos automotores.

O chefe da Polícia Civil, Antônio Barros, explica a importância do serviço. “É uma delegacia que já exerce sua função. Ela tem uma atividade muito importante para prestar um bom serviço para o cidadão, mas a gente quer expandir mais informação para que o cidadão possa saber de toda sua funcionalidade”, disse.

Confira os detalhes na reportagem de Cibelly Melo:

Para registrar a ocorrência, o cidadão deve ter mais de 18 anos. Vai ser necessário acessar o endereço eletrônico, em seguida ir no título serviço e clicar no link delegacia pela internet. Ao visualizar o título “boletim de ocorrência”, o cidadão deve clicar no link preenchimento. Tudo pronto? Agora, é só aguardar um policial de plantão validar o protocolo de registro e em seguida imprimir o BO.

No caso de roubo, o valor máximo que pode ser informado é de até 40 salários mínimos. Se o valor ultrapassar este limite, você de ir diretamente a delegacia. A regra também vale para o roubo de veículos, como detalha o diretor integrado das especializadas, Salustiano Albuquerque. “Além do roubos e furtos de veículos também há uma limitação de valor, por que valores mais elevados necessitam de uma atenção maior da polícia e então é conveniente que o registro seja feito diretamente na unidade policial para que o delegado, de imediato, tome as providências”, destacou.

No ano passado mais de 138 mil BOs foram registrados pela internet no site www.sds.pe.gov.br ou no www.policiacivil.pe.gov.br.

Mais Lidas