SERVIÇO

Prefeitura realiza última vistoria na Central do Carnaval antes da abertura da festa no Recife

A Central do Carnaval está instalada para a folia de momo na Rua do Observatório, próximo à Praça do Arsenal, no bairro do Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/02/2016 às 15:30
Leitura:
Foto: Marcos Pastich / Arquivo PCR


Cerca de 200 mil pessoas por noite são esperadas na Central do Carnaval, instalada para a folia de momo, na Rua do Observatório, próximo à Praça do Arsenal, no bairro do Recife. O local recebeu nesta sexta-feira (5), dia da abertura das festas na capital pernambucana, a visita do prefeito Geraldo Júlio, que realizou uma vistoria junto com diversos secretários e técnicos.

De acordo com a prefeitura, objetivo da visita foi garantir que os serviços que vão ser prestados na central sejam de boa qualidade. No espaço já começam a funcionar nesta tarde dez restaurantes, fraldário, farmácia, caixas eletrônicos de bancos, além da central de serviços, com achados e perdidos, Procon e Secretaria da Mulher.

Geraldo Júlio fala da expectativa para a abertura do carnaval e orienta os pais que precisam trabalhar na noite a deixar os filhos na creche da central. “A nossa Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos montou uma estrutura para aquelas crianças que vêm aqui passar a noite e o pai e a mãe estão trabalhando. A gente recebe essas crianças, todos são identificados e entregues aos seus responsáveis quando o pai ou a mãe saírem do trabalho”, explicou. “Uma central de serviços é fundamental. As pessoas sabem onde procurar o serviço”, destacou.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Cerca de 300 empregos temporários foram criados apenas na central, que conta também com estrutura de saúde. Localizado na Rua Alfredo Lisboa, já próximo ao Cais do Sertão, o posto da central do carnaval tem capacidade para atender até 150 pessoas por noite, sem precisar repor medicamentos. É o que garante o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, que fala sobre a estrutura do posto. “Temos uma UTI móvel, que é a ambulância que faz o transporte. Aqui nós montamos um espaço específico para atender urgências caso necessário, inclusive com um desfibrilador, um respirador artificial caso seja necessário um atendimento de maior complexidade. Daqui após a estabilização a UTI móvel fica ao lado para fazer o transporte para um hospital”, garantiu.

A central do carnaval funciona deste sexta-feira até o dia 09 de fevereiro, Terça-feira Gorda.

Mais Lidas