#XÔAEDES

Operação “Zika Zero” levará mais de 7.700 militares para as ruas neste sábado

Operação foi dividida em fases e teve início no fim do mês passado dentro de vilas e organizações militares, com mutirões de limpezas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/02/2016 às 15:03
Leitura:
o general de Exército Manoel Luiz Pafiadache
Foto: Fernando da Hora/JC Imagem

Neste sábado (13) mais de 7.700 homens da Marinha, Exército e Aeronáutica vão as ruas, com uma importante missão, esclarecer a população sobre os riscos do Aedes aegypti. A operação Zika Zero, do Governo Federal, foi dividida em fases e teve início no fim do mês passado dentro de vilas e organizações militares, com mutirões de limpezas.

O comandante do exército, general Villas Bôas, e a ministra do Desenvolvimento Social e de Combate à Fome, Tereza Campelo, foram designados para acompanhar de perto as ações.

Neste 13 de fevereiro, dia nacional de esclarecimento contra o causador da dengue, chikungunya e zika, ocorre a segunda fase de sensibilização em áreas críticas de 31 cidades do estado.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Às 7h, as tropas participam de cerimônia de formação, no quartel general da 7ª Região Militar, e em seguida vão para o trabalho de porta a porta, como explica o general de Exército Manoel Luiz Pafiadache. “Nós também capacitamos nossos soldados, nossos militares, oficiais, sargentos que vão atuar amanhã para fazer essa sensibilização. Não queremos que ele simplesmente entregue um folder. Queremos que ele converse com as pessoas”, disse, dizendo que o dia também será para levantar alguns focos.

Na tarde desta sexta, a ministra Tereza Campelo e o general Villas Bôas desembarcam na base área do Recife às 16h e de lá seguem para uma reunião no Comando Militar do Nordeste.

Mais Lidas