TRANSPORTE

Justiça determina execução de plano de segurança no metrô do Recife para redução dos riscos

A CBTU tem até 30 dias para cumprir o plano e caso não atenda pode pagar multa diária de R$ 15 mil

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/02/2016 às 16:21
Leitura:
Foto: Clemilson Campos | Acervo JC Imagem


O Tribunal de Justiça do Trabalho determinou que a Companhia Brasileira de Trens Urbanos execute o plano de segurança de trabalho. A ideia é reduzir os riscos no metrô, após reclamação do sindicato da categoria.

A CBTU tem até 30 dias para cumprir o plano e caso não atenda pode pagar multa diária de R$ 15 mil. O plano prevê a ampliação do quadro de seguranças, investimento no sistema de monitoramento e colete a prova de balas.

De acordo com o Tribunal de Justiça, a medida é uma questão emergencial para segurança dos metroviários e dos usuários. O último caso de assalto foi registrado na segunda-feira (15), na estação do metrô da Imbiribeira. Os suspeitos ainda não foram encontrados.

O Sindicato dos Trabalhadores e Empresa de Transportes Metroviários e Conexos de Pernambuco (Sindmetro) realiza uma assembleia na próxima sexta-feira (19).

A categoria vai discutir questões referentes ao trabalho. A reunião está prevista para às 18h, no auditório da sede da CBTU, no bairro de Areias, zona Oeste do Recife. Entre as ações que vão ser discutidas está a escolha dos representantes para acompanhar as rodadas de negociações do acordo coletivo 2016/2017.

Mais Lidas