DESASTRE

Moradores da comunidade Vila da Família, em Peixinhos, aguardam ajuda depois de incêndio no local

A Secretaria de Habitação informou que foi feito um cadastro das famílias, mas ainda não há definição do local para onde eles vão ser encaminhados

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/02/2016 às 15:42
Leitura:
Foto: Divulgação | Corpo de Bombeiros


Mais de 100 moradias foram destruídas no incêndio que atingiu a comunidade Vila da Família, no bairro de Peixinhos, em Olinda. Equipes da Defesa Civil do município e técnicos da Secretaria Estadual de Habitação cadastraram as famílias para serem encaminhadas a abrigos. Entretanto, muitos ainda não sabem para onde ir.

As chamas, que começaram por volta das 4h desta terça-feira (23), atingiram uma área de 1000 m2, deixando um rastro de destruição e tristeza entre os moradores. A dona de casa Mariana Pereira só teve tempo de pegar a filha, uma bebê de 7 meses, e sair do local. “Perdi tudo, remédio, fraldas, roupas, tudo (...) comecei a sentir cheiro de gás vazando e depois cheiro de fumaça”, lamenta.

O pipoqueiro Severino Davi viu quando as chamas começaram. “Eu estava dormindo e minha esposa me acordou dizendo que estava sentindo cheiro de queimado”, disse.

De acordo com a Prefeitura de Olinda, as causas do incêndio só podem ser confirmadas com perícia, que deve ser divulgada pelo Corpo de Bombeiros. O tenente Roberto Menezes coordenou o combate as chamas, no qual foram necessários mais de 12 mil litros de água.

A Secretaria Estadual de Habitação informou que foi feito um cadastro para traçar um perfil da comunidade e inserir as famílias em algum programa social do governo. Ainda não há definição do habitacional para onde eles vão ser encaminhados.

Confira a reportagem de Clarissa Siqueira:

Mais Lidas