ENTREVISTA

"Tenho a possibilidade de brigar ainda mais por recursos para Pernambuco", diz Humberto

Senador por Pernambuco, Humberto Costa é o novo líder do Governo Dilma no Senado Federal

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/02/2016 às 7:48
Leitura:
Foto: Arquivo/Agência Senado


Convidado nessa quarta-feira (24) pela presidente Dilma Rousseff para ser o novo líder do governo no Senado, Humberto Costa (PT-PE) conversou com o comunicador Geraldo Freire nesta quinta-feira para falar quais serão as mudanças de função na prática. Humberto fará a articulação das votações dos projetos que tratam do ajuste fiscal.

Humberto substitui o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que foi preso em novembro o ano passado investigado na Operação Lava Jato. Desde então, o governo estava sem um líder na casa. Ouça a entrevista completa:

O senador Humberto Costa atualmente é líder do Partido dos Trabalhadores, posição que deve deixar para ser o líder do governo no Senado. De acordo com ele, um novo líder do partido na casa deve ser escolhido na próxima terça-feira (1º) já que "ser líder do governo e do partido são atividades que, nem sempre, são compatíveis".

O senador afirmou ainda que a posição de líder do governo vai facilitar o acesso a negociações que podem beneficiar Pernambuco, porém que muitas decisões esbarram na falta de orçamento. Resursos para a contrução da pista do Aeroporto de Serra Talhada, bem como o espaço onde fica o Corpo de Bombeiros, está garantido, mas ainda não há data para início da obra, que também contará com verba do Governo do Estado.

DELCÍDIO - O ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal determinou, na sexta-feira (19), o relaxamento do senador do PT Delcídio do Amaral, do Mato Grosso do Sul, preso desde 25 de novembro acusado de atrapalhar as investigações na Operação Lava Jato. Apesar de cumprir prisão domiciliar, ele voltou ao senado e continua exercendo as funções parlamentares, com exceção da liderança do governo na casa, que passa a ser exercida por Humberto Costa.

Mais Lidas