TORRÕES

Família de motociclista morto por linha de pipa com cerol pede investigação da Justiça

Ubirajara Bandeira de Luna tinha 15 filhos de três casamentos. A família está inconsolável

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/02/2016 às 6:13
Leitura:
Foto: Reprodução/internet


O mecânico Ubirajara Bandeira de Luna, de 46 anos, faleceu na noite dessa quinta-feira no Hospital da Restauração. Ele passou por cirurgia após ser atingido por uma linha com cerol, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos.

Na tarde da última quarta-feira (24), Ubirajara Luna trafegada pela Avenida Abdias De Carvalho, nas proximidades da UPA dos Torrões, quando foi atingindo por uma pipa. Ele chegou a ser levado para a unidade de pronto atendimento, mas precisou ser transferido para o Hospital da Restauração por causa da gravidade dos ferimentos.

Um dos 15 filhos de Ubirajara, Artur Bandeira de Luna, estava próximo do local no momento do acidente e ajudou a socorrer o pai. Ubirajara passou aproximadamente quatros horas na sala de cirurgia, mas não resistiu a uma e parada cardíaca e morreu na sala de recuperação.

A irmã de Ubirajara, Gilvaneide Bandeira de Luna, diz que o clima é de revolta. A família registrou um boletim de ocorrência, denunciando o caso à polícia, já que a prática de usar linha de cerol para empinar pipas é proibida. Eles esperam que o crime seja investigado e os culpados sejam punidos.

O corpo de Ubirajara Bandeira de Luna permanece no Instituto De Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife. O enterro deve acontecer na tarde desta sexta-feira (26).

Mais Lidas