PASSANDO A LIMPO

Prefeito do Recife é entrevistado no "Passando a Limpo" desta sexta

A crise dos refugiados no mundo, desdobramento político nacional em 2016, greve dos servidores municipais do Recife, dentre outros assuntos da atualidade foram discutidos pelos comunicadores

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/02/2016 às 21:59
Leitura:
Foto: reprodução/blog NE10

No “Passando a Limpo” desta sexta-feira os comunicadores discutiram sobre a crise dos refugiados no mundo, desdobramento político nacional em 2016, greve dos servidores municipais do Recife, dentre outros assuntos da atualidade.

O comunicador Geraldo Freire entrevistou o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, sobre a crise dos servidores da prefeitura. “ Nós tivemos na última segunda-feira uma reunião na mesa de negociação com os representantes dos sindicatos, com os nossos secretários, e apresentaram uma proposta para ser discutida e negociada e ele pediram uma semana para analisar a proposta apresentada e trazer contrapropostas e levantar discussão”

O prefeito comentou também que estava aberto a negociações com os servidores e lembrou que o pais está passando por um período difícil, mas lembrou que diferente de algumas prefeituras do país, a prefeitura do recife tem conseguido efetuar o pagamento dos servidores em dia.

Confira o Passando a Limpo na íntegra:

[uolmais_audio 15781478}

Foto: reprodução/BBC

Crise dos refugiados

De acordo com a Alemanha, um dos países que mais abrigou a categoria, o governo desconhece o paradeiro de 140 mil refugiados, o equivalente a 13% das pessoas que foram acolhidas no país nessas condições.

Entre as possibilidades de justificativa para a situação, o Ministério do Interior alemão destacou a possibilidade de que os refugiados não presentes tenham seguido viagem, de forma clandestina, para outros países. De acordo com especialista, os números apresentados pela Alemanha, ressaltam a dificuldades administrativa e logística que o país tem para receber os refugiados que chegam em seu território. Só no ano passado, mais de um milhão de pessoas chegaram à capital Berlim.

Mais Lidas