PROMOÇÕES

Primeiro dia da campanha Liquida Grande Recife não agrada comerciantes nos mercados públicos

O Liquida Grande Recife normalmente é realizado no segundo semestre do ano, porém, em 2016, por causa da crise foi antecipado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/02/2016 às 16:47
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jornal

Segue até o dia 06 de março a campanha Liquida Grande Recife, na Região Metropolitana da capital, com a promessa de descontos de até 70% em mais de quatro mil lojas. De acordo com a Câmara de Dirigentes e Lojistas de Pernambuco (CDL) a estimativa é de que as vendas aumentem em 20% com as promoções, que pela primeira vez chegam aos mercados públicos do Recife.

Porém, no primeiro dia da iniciativa, nesta sexta-feira (26), foram poucos os boxes que baixaram os preços dos produtos nos mercados da Madalena, Casa Amarela, Encruzilhada, Cordeiro, Afogados e São José. Segundo os proprietários, os meses de fevereiro, março e abril são os mais difíceis para vendas e, por experiência, promoções nessa época do ano dão mais prejuízos do que lucros. É o que garante Beto Melo, dono de alguns boxes de artesanato no mercado de São José. “Eu posso até botar no meu comércio como fica aqui esse Liquida Recife. Para mim, não tem muita importância não porque o comércio hoje está muito difícil. E eu acredito que esse Liquida Recife não vai dar muita sustentação não no comércio porque o pessoal está muito difícil”, comentou.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Quem vai ao mercado público comprar alimentos, mesmo sem promoção, acredita que os preços são melhores do que nos supermercados. A dona de casa Catarina Ferreira compara os preços no mercado da Encruzilhada. “Em relação ao supermercado aqui está ótimo”, disse, apontando que num supermercado ela encontrou o quilo da batata a R$ 8 e comprou a R$ 5 no mercado. Essa diferença também foi encontrada, segundo a consumidora, em outros produtos como cebola, tomate e inhame.

O Liquida Grande Recife normalmente é realizado no segundo semestre do ano, porém, em 2016, por causa da crise foi antecipado. Na iniciativa, a cada R$ 50 em compras, o consumidor concorre a um carro zero quilometro. O sorteio da campanha vai ser realizado no dia 11 de março, na Praça da Independência, no centro da capital pernambucana.

Mais Lidas