BRASÍLIA

José Eduardo Cardozo deixa Ministério da Justiça para assumir Advocacia-Geral da União

Para o local de Cardozo no Ministério da Justiça vai o procurador de Justiça da Bahia, Wellington César

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/02/2016 às 16:08
Leitura:
Foto: Reprodução/ Internet

A presidente Dilma Rousseff divulgou na tarde desta segunda-feira (29) uma nota no Palácio do Planalto informando que o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo deixou o Ministério e vai assumir a pasta da Advocacia-Geral da União, substituindo o ministro Luiz Inácio Adams, que deixou o governo da presidente Dilma.

Para o local de Cardozo no Ministério da Justiça vai o procurador de Justiça da Bahia, Wellington César. José Eduardo vinha sofrendo pressão, sobretudo da bancada do PT na Câmara Federal.

Os petistas estavam reclamando que a Polícia Federal estava descontrolada, sem o comando do ministro da Justiça e estaria agindo sem autorização do ministro, investindo contra o ex-presidente Lula e o filho de Lula, o Lulinha.

Em nota divulgada em Brasília, a Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal disse que o compromisso da Polícia Federal é com uma polícia para desvendar crimes de corrupção “doa a quem doer”. Ainda conforme a nota, “contamos com o apoio do povo brasileiro para defender a Polícia Federal livre e soberana das pressões políticas”.

Confira os detalhes no flash de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas