GREVE

Servidores da Prefeitura do Recife iniciam paralisação por tempo indeterminado nesta segunda-feira

A categoria pede reajuste salarial de 13,19% e aumento de 18,53% no vale refeição. Eles também querem recursos materiais e melhores condições de trabalho.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/02/2016 às 5:15
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Arquivo Rádio Jornal


A paralisação vai alterar a rotina das atividades administrativas do prédio sede da Prefeitura do Recife, que fica no Cais do Apolo, além das secretarias e empresas como a Urb, Emlurb, CSurb e companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). A greve começa nesta segunda-feira (29) e não tem previsão para acabar.

A categoria tem como principais itens da pauta de reivindicação reajuste salarial de 13,19%, além de 18,53% a mais no valor unitário pago pelo vale refeição. Eles também pedem recursos materiais e melhores condições de trabalho.

Os servidores municipais prometem uma grande mobilização nesta segunda-feira na sede do Sindsepre, sindicato que representa a categoria, localizada no bairro de Santo Amaro. A partir das 10h, uma comissão vai até a sede do Ministério Público Estadual denunciar irregularidades cometidas pela Prefeitura. O diretor do Sindsepre, Clínio Oliveira, afirma que a luta está apenas começando:

A Prefeitura do Recife informa que há uma rodada de negociação com os servidores agendada para às 10h. A proposta de reajuste apresentada pela gestão Geraldo Julio ao funcionalismo é condicionada ao crescimento da receita líquida real do município.

Outro argumento é de que em dezembro, a folha de dezembro representou 49,74% cento dos gastos. O prefeito do Recife, Geraldo Julio, afirma que em nenhum momento parou de dialogar com o funcionalismo:

Mais Lidas